2 de julho de 2020

[Filme] 1922 (2017): c/ Spoilers



Um fazendeiro (Thomas Jane) confessa o brutal assassinato da esposa nesta trama macabra baseada na obra de Stephen King.

Thomas Jane merecia um prêmio pela caracterização de caipira, desde trejeitos com a boca e postura, até o cuidado em se manter magro e bronzeado. Já é terceira obra de King que ele interpreta (antes: Nevoeiro e Apanhador de Sonhos) Incrível como ele me lembra do eterno Highlander Christopher Lambert.

O filme tem uma boa estória, inicialmente parece que a lógica é simples: "para se dar mal, basta ser mal": o "pecador" será punido sobrenaturalmente ou por sua própria consciência.

Mas o destino do vizinho de Thomas quase igualmente desgraçado, mas um tanto injusto confirma que a obra de King não discute que o conceito de injustiça é estranho ao universo.
Até gente boa se F#$@* na trama e na vida.

Ainda não li o conto original de 2010, mas pelo que pesquisei não tenho esperança que tenha uma atmosfera menos funesta e pelas resenhas que consultei é de qualidade superior ao filme.

Enfim, recomendo.

Grande abraço!

  • P.s.: vi no Netflix. Fica aqui a esperança que mais trabalhos de King se tornem películas, o que me parecem plenamente possível dado que me com uma baixo orçamento filmes como esse se mantém interessantes.
______________________________________

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...